sábado, 12 de junho de 2010

O Tufão & a Flor


Padecia de juventude ainda quando ali chegou configurada em tufão. O homem abriu a porta e ela compreendeu de súbito que o quanto seus sentidos alcançassem dali em diante passaria por aquele encontro.
Ele falou primeiro. Talvez um bom dia e um convite para entrar, ela não lembra, pois os ouvidos se ocupavam do além das palavras. Concentrou-se no grave da voz, feito para canções de profundezas. Observou-lhe o desalinho. Gostou que ele estivesse composto de modo que ficasse ligeiramente fora do lugar comum. Era a primeira vez que se aproximava de um homem livre de tudo o que tornava os outros desinteressantes aos seus olhos fundos de moldura arroxeada. Rendeu-se.
Ao longo de anos avançaram um dentro do outro sem armas ou embustes. Entregues em absoluta crueza. E se reconheceram expressão raríssima de amor.
Quando a natureza exigiu-lhe o vôo, partiu segura de jamais perdê-lo. Cumpriu-se.
Nunca mais se viram, mas há sinais de um no outro embelezando o destino que lhes coube. Hoje mesmo ela vagava com infinidades de girassóis lhe estampando o vestido.
Amadurecida, a tempestade de outrora chovia delicadezas. E ele acordou perfumado e úmido.

CERONHA PONTES
Recife-PE, 12 de junho de 2010

6 comentários:

  1. Esse aí é pra 'marear' os olhos, rsrsrs.
    Lindo e lindo!

    ResponderExcluir
  2. Muito profundo, amiga...rs...e num dia como este, com fundo musical vindo de todos os lados e especialmente para namorados...eitaaaa...kkk...
    Valeu! Beije muuuuito aí...que aqui eu vou me "virando"...kkk...bye!

    ResponderExcluir
  3. Ei, Cecé, só você pode postar textos aqui no blog? Porque eu gostaria de postar um texto de minha autoria.

    P.s:o seu texto parece ter algo mais que a metáfora. Parece ser uma nova classe de figura de linguagem. Sem falar da reflexão acerca do conceito de paixão e de envolvimento(viajei legal).
    Bju, Cecé!

    ResponderExcluir
  4. Que delicadeza.

    A sutileza das palavras em intimidade.
    Você é linda.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  5. acho que vc escreveu minha historia! amei o texto maravilhoso!

    ResponderExcluir
  6. Além de excelente atriz, a menina Ceronha escreve muito bem! Um beijo, querida.

    ResponderExcluir